Um cara que já entrou para a história do Torneio Touchdown. - 07.12.2013

0
1

foto/Jayson Braga

Há exatamente 1 ano, perdemos um dos maiores colaboradores do futebol americano nacional. Um cara exigente na busca pela perfeição, André José Adler, apostou que era possível organizar um campeonato de âmbito nacional. Quantas horas no telefone, cobrando, exigindo uma organização perfeita para vender um espetáculo. Acostumado a ler e escrever roteiros de ficção, Adler nos ajudou a escrever, desta vez na vida real, os primeiros parágrafos da história do esporte amador que mais cresce no Brasil.

Como uma espécie de mentor, consultor, "louco" para muitos, Adler apostou na ideia de trazer um pouco da sua experiência que teve pelos belos estádios americanos e principalmente nos bastidores de uma importante emissora de esportes. Seu principal objetivo ao retornar ao Brasil, entreter um público que estava sendo apresentado ao football praticado com as mãos. Complicado, difícil, impossível, essas foram as principais palavras levantadas, porém o cara jarda a jarda procurou orientar, ajudar e até brigar por um sonho que já não era só dele.

Quantas tardes, noites e madrugadas, presenciei suas frustrações quando uma coisa tinha saído errado numa partida ou no fim de mais uma semana de competição. Quando isso acontecia, ele me dizia, "cansei Jayson, não quero mais fazer isso no ano que vem, chega, estou cansado". Cinco minutos de silêncio, Joe e Jerry nos olhando, lá vinha ele me perguntando, "o que preciso melhorar para a próxima temporada" - finalizava Adler com um largo sorriso...

Momentos e prosas que irão ficar marcadas na história do futebol americano nacional. Faltando uma semana para a decisão da quinta edição do Torneio Touchdown, fica aqui uma singela homenagem, uma simples lembrança, mas simplesmente a enorme saudade de todos da organização do Torneio.

Imagens:
Postar um novo comentário