A Bola Nossa de Cada Dia - 22.05.2012

0
Clair e seus cachorros Xamã e Zaruk
[caption id="" align="alignleft" width="300" caption="O pão de Clair é a ação!"]
[/caption]
Clair e seus cachorros Xamã e Zaruk
 

A Bola Nossa de Cada Dia

Quem acompanha o que se passa no futebol americano no Brasil já sabe como os catarinenses são apaixonados pelo esporte. Pioneiros no sul do país, nota-se a sua seriedade e dedicação ano à ano. Desde o Torneio Touchdown 2009 já passaram por ele Joinville Gladiators, São José Istepôs, Corupá Buffalos, Timbó Rhinos (que volta este ano como T-Rex), e o Jaraguá Breakers (este pela 3ª vez).   A paixão pela bola oval pode deixar algumas vidas de pernas para o ar, e alguns arriscam muito para crescer com o esporte. É o caso do Glitz, como no depoimento abaixo: Bom, Clair José Simão Júnior. Esse é meu nome. Ou C. José, Glitz, neguinho, preto... Nascido em Tubarão, Santa Catarina. Tenho 22 anos. Atualmente moro na cidade de Jaraguá do Sul. Lembro bem de um fato antes de começar a me interessar no futebol americano. Um amigo veio me convidar para jogar e disse "Vamo lá neguinho, tu vai ser o "black lightning" trovão negro... Correria (algo assim)..." E eu respondi "Te liga cara, eu não vou jogar isso dai"! É, os tempos mudam, os pensamentos mudam. Decidi ir a um treino da equipe Tubarão Predadores no meio/fim de 2006 e nunca mais parei. Viciei. Somente corria, nada de técnicas que conhecemos. Tudo um pouco desorganizado, sem shoulder pads, helmets e luvas... Tudo no "corpo". E era demais! Em 2007, a equipe realizou seu primeiro amistoso e já na primeira partida consegui marcar meu primeiro touchdown contra a equipe do São José Istepôs. Em 2008 entramos para LCFA. Outra lembrança foi um jogo contra a equipe do Blumenau Riesen. Fomos com apenas 9 jogadores para o jogo, onde marquei um touchdown de retorno no ultimo quarto da partida... Em 2009 a equipe decidiu não participar por ser obrigatório o uso de equipamentos e continuamos treinando. Em 2010 e 2011 voltamos para o campeonato... Hoje o time segue treinando e está inativo em campeonatos. Não posso deixar de lembrar grandes companheiros. Celso Trindade, Jonas Rombo e o Grande José Luiz Trindade (Head Coach) que sempre acreditou em nós. Mesmo quando íamos apenas os três nos treinos ele estava lá incentivando! E a minha namorada Natália, que fez o possível para viajar e assistir a todos os meus jogos! No final de 2011 recebi um convite da equipe do Jaraguá do Sul Breakers para vir morar e jogar o Torneio Touchdown.. Conversa vai, conversa vem decidi vir... Muitos me falaram que era loucura, abandonar um emprego estável como profissional da panificação e vir tentar algo em um esporte pouco conhecido em outra cidade.. Não adiantou, como eu falei, sou viciado... Eu como e respiro FOOTBALL! E imagine um garoto sair de uma cidade para jogar um campeonato nacional? É demais! Tento imaginar que tudo que um dia fiz, misturei e foi para ser jogador de futebol americano. Correr 1.500m, 100m, salto em altura, salto em distancia pelo exército... Tudo ajudou e eu uso ao meu favor. Hoje tudo está mais "avançado". Estou em uma equipe que tem boa estrutura. Tenho obrigação de ir para academia, ler playbook, treinar a parte técnica e sempre estar presente nos treinos.. E isso faz com que eu me sinta muito mais atleta.. Tenho um Head Coach (Dennis Prants) muito experiente, que incentiva, briga, cobra e sabe do que somos capazes. Continuo morando em Jaraguá do sul, acredito na equipe do BREAKERS, na família, no jeito que me acolheram e como fazem seu trabalho. Acredito nos amigos que aqui fiz e no potencial de cada um. Acredito que o FOOTBALL só tem a crescer seguindo o caminho certo. Espero que 2012 seja um ano de vitórias junto com a família BREAKERS. O Jaraguá Breakers começa a sua campanha deste ano no Torneio Touchdown em 28 de julho de 2012, visitando o ABC Corsários, em Mauá, SP.   fotos: acervo Clair Jr/Jo Pilger                 Imagens:
  • O pão de Clair é a ação!
Postar um novo comentário